SÃO MIGUEL DO TOCANTINS – Tocantins

SÃO MIGUEL DO TOCANTINS – Tocantins

São Miguel do Tocantins

O surgimento de São Miguel do Tocantins iniciou com processo de colonização de Itaguantins(TO) no final do Império com a chegada do Cel. Augusto César de Magalhães Bastos, proveniente da cidade de Imperatriz/MA, que, em uma de suas viagens, impelido pelas circunstâncias, foi obrigado a ancorar seu bote, pelo lado de baixo da Cachoeira de Santo Antônio, na margem esquerda do Rio Tocantins, na barraca de um pescador conhecido por Antônio. Em diálogo com o pescador, o Coronel observou que toda embarcação fluvial, subindo ou descendo o Rio Tocantins, era obrigada a parar a viagem, retirar parte da mercadoria constante da carga transportada, conduzi-la por terra até a ultrapassagem do trecho ocupado pela Cachoeira. Devido esse movimento, o local passou a chamar-se Descarrêto, nome pelo qual é conhecido o bairro localizado acima da Cachoeira.

O Coronel Augusto Bastos construiu uma casa confortável suficientemente capaz de acomodar residência e também armazenar toda e qualquer mercadoria oriunda do Norte e Sul para comercializar nas praças adjacentes, até mesmo em Boa Vista, hoje Tocantinópolis. Iniciou ainda a criação de gado bovino, vindo do interior do Maranhão (Grajaú e Carolina), estendendo seu rebanho a várias fazendas da região, inclusive as de Boa Vista, cidade conhecida na época por “Boa Vista do Padre João”.

Em retribuição à acolhida naquela noite, pelo humilde pescador (Antônio), o coronel batizou a sua fazenda com o nome de Santo Antônio, em homenagem àquele pescador que ali residia pioneiramente. Em torno da residência, na fazenda Santo Antônio, foram surgindo moradias de imigrantes do Nordeste à procura de terras férteis o que aos poucos foi tomando aspecto de povoado, passando a se chamar então de Povoado Santo Antônio da Cachoeira.  Neste povoado, as terras eram férteis, havia caça em abundância, o Rio Tocantins oferecia o peixe e assim o aglomerado passou a se desenvolver, tornando-se ao mesmo tempo um ponto importante para o intercâmbio comercial.

As mercadorias vinham do centro comercial da cidade de Belém-PA e eram transportadas em barcos. Em uma dessas viagens à Belém, o Cel. Augusto Bastos trouxe para o povoado a imagem de Santo Antônio de Lisboa, uma verdadeira arte de obra portuguesa, talhada em um só bloco de nogueira.

No povoado de Santo Antônio, foi construída uma Capela na qual o Padre João de Sousa Lima, vigário da Prelazia de Boa Vista (hoje Tocantinópolis), realizou a solenidade religiosa, conduzindo a imagem do santo até o altar da Igreja, tendo o apoio das populações de Imperatriz, São Vicente do Araguaia (Araguatins), Boa Vista (Tocantinópolis), dos sertanejos de regiões ribeirinhas e dos demais ribeirinhos. Após a missa foi declarada solenimente a instalação da igreja de Santo Antônio da Cachoeira e, como último desejo, o Coronel pediu que ele e sua esposa e todos os membros de sua família, quando mortos, fossem sepultados no interior da Igreja.

Em 05 de agosto de 1917, pelo Decreto Lei Municipal n° 55, o Povoado Santo Antônio da Cachoeira foi elevado à categoria de distrito, como parte integrante do Município de São Vicente do Araguaia (Araguatins). Pelo Decreto-Lei Estadual n° 8.305, de 31/12/43, foi alterado o nome de Santo Antônio da Cachoeira para Itaguatins. Pelo Decreto Lei Estadual n° 55, de 19/07/45, a sede Municipal de Araguatins foi transferida para Itaguatins, tornando-se cidade somente em 18/08/45. Posteriormente, pela Lei Estadual n° 184, de 13 /10/48, foi desmembrado o Município de Itaguatins do Município de Araguatins. Após a sua emancipação (19/07/45), Itaguatins pertenceu à Comarca de Boa Vista (Tocantinópolis), passando a ser considerado distrito dessa Comarca.

A Comarca de Itaguatins foi criada através da Lei Estadual n° 07.250, de 21/12/68, vindo a ser instalada somente em 18/08/70. O primeiro Juiz de Direito titular designado para a Comarca foi João Batista de Castro Neto. O nome Itaguatins originou-se pela junção do prefixo ita, que significa pedra em Tupi-Guarani, com a terceira e última sílaba dos nomes dos rios Araguaia e Tocantins. O Primeiro Prefeito (nomeado) de Itaguatins foi o Sr. Antônio Cavalhedo Murici, que governou de 18/08/45 a 16/02/46. O primeiro Prefeito eleito por voto popular foi o Sr. Ataliba Costa Cruz, que governou de 24/05/48 a 31/01/51. Com a Lei Estadual nº 251, de 20/02/1991, alterada em seus limites pela Lei Estadual nº 498, de 21/12/1992, São Miguel do Tocantins foi elevado à categoria de município e distrito, e desmembrado do município de Itaguatins/TO.

CONHEÇA OS HOTÉIS & POUSADAS QUE A ROTEIROS BR INDICA EM SÃO MIGUEL DO TOCANTINS!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

eleven − 2 =

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Instagram