OLHO D’ÁGUA DAS FLORES – Alagoas

OLHO D’ÁGUA DAS FLORES – Alagoas

Olho d’Água das Flores

Em 1800, o padre Antonio Duarte foi enviado à região para o trabalho de catequese. Encontrou um olho d’água ao pé de uma serra e resolveu construir uma pequena casa nesse lugar.

O local passou a ser um ponto de referência na região, onde, depois, brotou uma árvore conhecida como Pau D’arco. Na época da floração cobria-se de tantas flores que, tangidas pelo vento, formavam um tapete à superfície da água. Assim, o lugar ficou conhecido entre os viajantes por Olho D’Água das Flores.

Até 1884, o povoado era apenas um ponto de parada. Quando Ângelo de Abreu se transferiu para a região, incentivou a agricultura e a pecuária entre os antigos moradores. Construiu pequenas estradas e alguns açudes. Foi ele, inclusive, quem mandou erguer a capela em homenagem a Santo Antonio, padroeiro do povoado.

A Lei 108, de 24 de agosto de 1948, criou o distrito judiciário de Olho D’Água das Flores, no município de Santana do Ipanema. Pela Lei 1.473, de 1949, o povoado se transformou em distrito administrativo. Só em 1953, através da Lei 1.748, Olho D’Água das Flores foi emancipado.

Passagem obrigatória em direção ao sertão alagoano (no sentido sul do Estado), Olho D’Água das Flores tem, entre seus maiores atrativos, as festividades que realiza ao longo do ano e que atrai uma infinidade de visitantes, que vêm conferir a animação e a simpatia de sua população. Entre os destaques estão a festa do padroeiro, Santo Antonio (13 de junho), a festa de emancipação política (2 de dezembro) e as tradicionais vaquejadas.

VALE A PENA CONHECER!

VEJA HOTÉIS & POUSADAS QUE A ROTEIROS BR INDICA PARA VOCE!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

15 − one =

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Instagram