OLHO D’ÁGUA DO CASADO – Alagoas

OLHO D’ÁGUA DO CASADO – Alagoas

Olho d’Água do Casado

Até 1870 só existia na região a fazenda do agricultor Francisco Casado de Melo, onde hoje está a sede da prefeitura. Em 1877, a construção da rede ferroviária levou para lá o acampamento dos operários. O local, para os técnicos, não poderia ser melhor, porque em toda a região brotavam olhos d’água, facilitando o trabalho e a própria vida dos operários.

Depois que as obras da linha férrea e da estação terminaram, o acampamento foitransferido. Nessa época já existiam algumas casas e, para garantir o povoado, foi construídauma capela em homenagem a São José, padroeiro do lugar.Os pioneiros na formação da vila foram João Francisco Soares, Manoel Coleta de Mello, Antonio Pinto Bandeira e Antonio Matias.

Em 1965, o presidente Castelo Branco suspendeu o tráfego dos trens da Rede Ferroviária, causando um impacto muito grande à região. Nessa época, começou a ser construída a AL-225,concluída em 1974. Alguns anos depois a rodovia AL-220, que passou por Olho D’Água do Casado, mudou a rotina do povoado. O desenvolvimento já era grande porque havia comunicação entre as regiões.

Com o progresso veio o movimento pela emancipação. Eliseu Maia, Adeval Tenório, Vítor Barbosa, José Pereira Leite e Pedro Gomes Pereira foram os líderes. Em 1962, Olho D’água do Casado se tornou município, através da Lei 2.459.

Com a construção da Usina Hidrelétrica de Xingó, o município ganhou dois grandes atrativos: o belo Riacho do Talhado (recanto do rio São Francisco, próprio para um banho, a quase 80m de profundidade) e alguns sítios arqueológicos. Entre as festividades, destacam-se a festa do padroeiro, as festas juninas, a da Emancipação (21 de setembro) e a do Caju (novembro), todas sempre animadas.

VALE A PENA CONHECER!

VEJA HOTÉIS & POUSADAS QUE A ROTEIROS BR INDICA PARA VOCE!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

eighteen − eleven =

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Instagram