UNIÃO DOS PALMARES – Alagoas

UNIÃO DOS PALMARES – Alagoas

União dos Palmares

As primeiras habitações do município de União dos Palmares surgiram no século XVIII, num povoado chamado “Macacos”, à margem esquerda do rio Mundaú. O português Domingos de Pino construiu a primeira capela do local dedicada à Santa Madalena. A povoação passou a ter o nome da padroeira.

O crescimento do lugarejo provocou seu desmembramento do município de Atalaia, em 13 de outubro de 1831, através de decreto governamental. Em seguida foi criada a Vila Nova Imperatriz. Elevada à categoria de cidade pela Lei 1.113, de 20 de agosto de 1889.

A denominação “União” surgiu através do decreto nº 46, de 25 de setembro de 1890, e teve origem no fato da cidade ser o elo entre as estradas de ferro de Alagoas e Pernambuco. Em 1944, ocorreu a mudança definitiva para “União dos Palmares”, homenageando o Quilombo, que permaneceu na região por quase um século.

Foi em União dos Palmares mais precisamente na Serra da Barriga(uma das atrações turísticas da cidade) que os negros rebelados contra a escravidão construíram a República Independente do Quilombo dos Palmares, o símbolo do anseio e da resistência negra pela liberdade, tendo como líder maior o negro Zumbi, imortalizado numa estátua no alto da serra.

Cidade pólo da zona da mata alagoana, União dos Palmares é conhecida como a Terra da Liberdade. Em seu território surgiu o primeiro grande grito de esperança dos negros escravizados, vindo do alto da Serra da Barriga, onde os fugitivos dos engenhos de açúcar da região instalaram-se, a partir do século XVI, fundando a sede do Quilombo dos Palmares.

Localizado no norte-nordeste do estado de Alagoas, o município tem população estimada em 62.727 habitantes e território de aproximadamente 427 km², banhados pelo Rio Mundaú. Na cidade, resiste a comunidade quilombola de Muquém.

Ocupando uma área de 20 hectares, é composta por cerca de 500 pessoas, que vivem da lavoura e da fabricação de artefatos de barro, tradição transmitida pelos ancestrais africanos. Além do Parque Memorial Quilombo dos Palmares, instalado na Serra da Barriga, a cidade possui diversas atrações turísticas.

A Casa Jorge de Lima, museu dedicado ao poeta, e a Casa de Maria Mariá, instalado na antiga residência da historiadora, fazem parte do roteiro cultural de União. Cachoeiras e fauna e flora diversificadas, com trilhas em plena Mata Atlântica, completam o tour histórico-ambiental da região.

VALE A PENA CONHECER!

VEJA  ” AQUI “HOTÉIS & POUSADAS QUE A ROTEIROS BR INDICA PARA VOCE!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

one × one =

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Instagram