ALTO PARAÍSO – Rondônia

ALTO PARAÍSO – Rondônia

Alto Paraíso é um município brasileiro do estado de Rondônia. Surgiu como núcleo urbano de apoio rural (NUAR) do projeto de assentamento Marechal Dutra. Os primeiros colonizadores da região subiram uma elevação e descobriram uma paisagem exuberante e indescritível que lhes dava a impressão de ser o paraíso prometido. Daí teria surgido o nome que denominava um paraíso existente num lugar alto.

É conhecida como a Capital do Jerico, devido ao número excessivo desse tipo de “veículo” na região. Entre 2002 e 2014 anualmente ocorreu a tradicional corrida dos “jericos”. As atividades econômicas que predominam são a produção de café, pecuária e a indústria madeireira e conta com aproximadamente 1000 km de estradas rurais. A cidade é ligada à BR 364 através da RO 459, encontrando-se à 56 km de Ariquemes e à 200 km de Porto Velho. Possui uma área de 2.658 km².

O município é banhado por diversos rios, entre eles o rio Tabócas, bem próximo à cidade, também o Massagana, o Santa Cruz, o Candeias na divisa com o município de Porto Velho e o rio Jamari, importante rio que é usado pela Usina Hidrelétrica de Samuel.

O jerico, que no nordeste é um nome dado ao jumento, em Alto Paraíso é um pequeno veículo de fabricação caseira, aproveitando o chassi de um carro desmontado e adaptando um motor estacionário, de 1 ou 2 pistões, dando muita força para carregar madeira, sacos de café e alimentos dos agricultores até a cidade. Sua origem na cidade é atribuída a alguns antigos moradores catarinenses que já fabricavam o veículo em Santa Catarina. O veículo se popularizou na cidade desde a década de 1980, devido à fabricação não ser tão difícil, também pelas estradas nesse tempo serem precárias e os veículos novos serem caros para os moradores, já que em sua maioria eram pessoas recém chegadas ao município, com poucos recursos. Desde então o número de jericos só aumentou, especula-se que haja mais de mil jericos em Alto Paraíso.

A Corrida de Jericos – Entre os anos de 2002 e 2014, aconteceu a tradicional Corrida de Jericos Motorizados, maiormente no mês de Fevereiro junto com as festividades do aniversário da cidade, atraindo milhares de pessoas do Brasil e do mundo, sendo considerada a maior festa do interior do estado.

A Corrida de Jericos acontecia na época das chuvas na região e por esse motivo a festa era realizada em meio à muita lama, fazendo com que muita gente voltasse para casa completamente enlameado. Como a cidade possui poucos hotéis, a maioria dos visitantes dormia em barracas por toda a cidade.

A corrida impulsionava a economia da cidade, já que muitos moradores alugavam suas casas por até 1 semana para os visitantes enquanto, na casa de amigos, esperam a festa acabar. Isso sem contar o faturamento do comércio local, já que em algumas vezes a festa já atraiu ao redor de 50 mil visitantes.

A corrida não foi realizada em 2015 e 2016. Só em 2017 houve novamente uma edição, e não houve edições posteriores.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

fourteen + eleven =

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Instagram