CAMPO BONITO – Paraná

CAMPO BONITO – Paraná

O município de Campo Bonito teve seu território movimentado a partir da construção da estrada que ligou a Colônia Militar Marechal Mallet à Colônia Iguaçu, no final do século passado. O termo Campo Bonito é denominação de origem geográfica e foi dado pelos pioneiros, quando chegaram a região, via ‘Estrada de Barbaquá’, em área de exploração da erva-mate, por parte de famílias paraguaias. A área que deslumbrou a vista dos pioneiros, fica atualmente nas propriedades de Rosalino Bisinella e Sebastião Betim do Frado, e se constituía numa bela várzea, com gramado nativo coberto de pinheiros. Em 1924 irromperam na região violentos combates por conta da Revolução Tenentista.

Quando da passagem da soldadesca revolucionária, fixaram-se em Campo Bonito alguns militares que optaram pelos belos campos do lugar, dentre os quais: Pompílio Neris Gonçalves, Glorocinco D’avila, Otávio Laurentino D’Avila e Djalma Laurentino Gonçalves. Ao se estabelecerem encontraram vida ativa, e uma localidade denominada Santa Maria, onde morava o sr. Roque de Oliveira. À saga dos ex-soldados ‘prestistas’, juntaram-se as famílias Magalhães, Americano e Betim.

Pela Lei n.º 4.852, de 20 de março de 1964, foi criado o Distrito Administrativo de Campo Bonito. Em 31 de outubro de 1986, pela Lei n.º 8.403, foi criado o município, com território desmembrado de Guaraniaçu. A instalação deu-se no dia 1º de janeiro de 1989.Segundo o pesquisador José Carlos Veiga Lopes, “os revoltosos não eram exatamente da Coluna Prestes, mas sim dos oriundos da revolução de 1924 iniciada em São Paulo, chefiados pelo general Isidoro Dias Lopes. Aqueles da Coluna Prestes, que havia se iniciado em Santo Ângelo, no RS, entraram no Paraná por Barracão.”

Campo Origina-se do latim “campus” designando região de grande extensão de terra, que tem ou não árvores esparsas. Bonito Adjetivo que provavelmente vem do castelhano “bonito” de “bueno”, designando belo, formoso.

ATRATIVOS TURÍSTICOS:
Cachoeira Santana: Ainda pouco explorada e conhecida, esta cachoeira tem sua beleza muito preservada. O acesso é difícil mas recompensado pela natureza intacta. Está situada na localidade Santana.

Olho D’água João Maria: A mitológica mina d’água na qual afirmam os pioneiros o peregrino Monge João Maria, personagem da guerra do contestado matou sua sede ao passar pela região, possui uma capela e muitas histórias dos moradores que dizem que a aguá dali tem poder de cura.

Salto Bandeira: Cartão postal e um dos lugares mais visitados da cidade. Possui em adjunto uma pequena usina hidroelétrica em funcionamento, o visitante pode entrar e ver as máquinas trabalhando. Está localizada na propriedade de Ovidio Benedelli seu acesso se dá pela estrada para Guaporé.

Cachoeira do Sbaraini: Esta cachoeira é a mais procurada no verão por quem quer se refrescar e aproveitar o visual fica próxima ao perímetro urbano da cidade.Está localizada na margem da estrada do Sbaraini, onde também existiu uma usina há tempos atrás.

Cachoeira do Moinho Velho: fica na divisa entre Campo Bonito e Guaraniaçu onde existira um moinho antigo, ainda é possível encontrar o antigo maquinário abandonado.

Reserva Particular do Patrimônio Natural

Campo Bonito possui duas RPPNs de mata atlântica nativa. Estância Primavera e Estância hermínio e Maria.

Caminho do Peabiru: Segundo pesquisas recentes foi constatado que o traçado do milenar caminho do Peabiru passou pelos domínios do município.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Instagram