COLOMBO – Paraná

COLOMBO – Paraná

Maior Colônia italiana do Estado, Colombo tem a agricultura como motor econômico, que é justamente o legado dos italianos e a riqueza natural os maiores atrativos turísticos do município. Quem visita a cidade de 235 mil habitantes, que fica na Região Metropolitana, viaja no tempo e volta ao fim do século XIX, quando imigrantes partiram do Norte da Itália rumo ao Paraná. Museus e construções centenárias retratam essa trajetória por meio de objetos, imagens e traços arquitetônicos que traduzem a cultura e o modo de vida do pioneiro europeu.

Lugar de natureza generosa, Colombo também proporciona passeios por belas paisagens naturais. Grutas, vinícolas e lagos, que estão entre os roteiros preferidos pelos visitantes. Mas não precisa ficar só na contemplação. Uma iniciativa de turismo pedagógico possibilita experimentar na prática o dia-dia das propriedades rurais. Depois do trabalho na terra, vem a recompensa: cafés coloniais, pratos típicos e delícias feitas à base de frutas, legumes e verduras, lembrando, da melhor forma, que a Itália também é terra de comida boa.

Lugar onde a colonização italiana é forte, Colombo tem muita história para contar. Cada capítulo dessa narrativa está representado em espaços de arte, cultura e memória, como a Casa da Cultura, a Casa da Memória da Venerável Irmã Farani, os memoriais Ítalo-Polonês e do Imigrante Italiano, e o Museu Municipal.

Conhecer belas formações geológicas dentro de uma caverna, pescar e se divertir nos pesque-pague, provar saborosos vinhos na bela paisagem de uma vinícola, ou ainda fazer um passeio pelas propriedades rurais do município. São muitas as opções para quem quer curtir a natureza e conhecer as belezas locais.

De maioria católica, os imigrantes italianos deixaram um legado de fé no município. Essa religiosidade manifesta-se em belas obras arquitetônicas, como Igreja São Pedro – Nossa Senhora do Caravágio e a Igreja Matriz Paróquia Nossa Senhora do Rosário, que é uma réplica de uma igreja do Norte italiano. Esculpido pela natureza, o Morro da Cruz é palco de celebrações religiosas a 1200 metros de altitude.

O Turismo Pedagógico em Colombo permite conhecer mais sobre o Circuito Italiano de Turismo Rural por meio da interação com o meio ambiente e com os traços das culturas rural e italiana. Os passeios oferecem visitas à comunidade tradicional, trilhas e o ecoturismo no Parque Municipal da Uva ou nas Grutas do Bacaetava. Uma visita ao Morro da Cruz mostra os aspectos geográficos do município.

Numerosos na cidade, os pesque-pague oferecem mais que peixes. Na maioria deles tem espaço para a prática de esportes, como quadra de futebol e bocha, e espaço para eventos. Em alguns casos, também tem comercialização de verduras orgânicas e parque aquático com toboágua.

Na cidade da Festa da Uva, a produção de vinho é expressiva. Vinícolas produzem e comercializam diferentes tipos da bebida, além de sucos, geleias e outros produtos que têm a uva como matéria-prima. Visitas guiadas pelas propriedades e pratos das culinárias italiana e francesa conferem mais charme e requinte ao passeio.

Venha Investir na Cidade

Conheça os Hotéis e Pousadas que a Roteiros BR
Indica para você na Cidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

one × 4 =