GUARAQUEÇABA – Paraná

GUARAQUEÇABA – Paraná

Entre 1638 a 1946, Gabriel de Lara, fundador da Capitania de Paranaguá, descobriu, nas encostas da Serra Negra, rica lavra de ouro, revelando o achado às Provedorias das Minas de São Paulo. Com a descoberta, inúmeros mineiros e aventureiros dirigiram-se para a região, explorando as terras e os rios em busca do ouro. Os missionários jesuítas, vindos de Cananéa fundaram no porto de Superagui, um estabelecimento agrícola e ao mesmo tempo religioso, para facilitar a catequese, visto que a população estava disseminada ao longo dos rios.

Em 1838, Cypriano Custódio de Araújo e José Fernandes Corrêa construíram uma capela no morro de Guitumbé, sob a invocação do Senhor Bom Jesus dos Perdões.

Em torno da Capela foram surgindo habitações e, em pouco tempo, nascia um povoado, elevado à freguesia em 1854, mas somente gozando do predicamento de Vila, no ano de 1880. Em 1938, a Vila foi extinta e anexada como Distrito ao Município de Paranaguá. Voltou a figurar como município autônomo, em 1947. O topônimo é de origem indígena e significa: GUIRÁ: a ave, a garça. QUIABA: o sítio do seu pouso, o local dos seus ninhos.

Em tupi-guarani, Guaraqueçaba significa ?lugar do Guará?, uma ave de cor bem avermelhada, que era abundante na região, mas hoje, quase em extinção. A colonização da região começou com a chegada dos portugueses ao Paraná por volta de 1545.

Conheça alguns dos atrativos turísticos de Guaraqueçaba.

IGREJA DO NOSSO SENHOR BOM JESUS DOS PERDÕES: Igreja  dedicada a Bom Jesus dos Perdões, cujas comemorações acontecem no mês  de  agosto. Foi construída em 1838 em estilo colonial, com grossas paredes de  pedra, sendo a primeira construção da cidade. Em seu interior destaca-se o altar em forma de embarcação cuja base é um peixe esculpido em madeira, uma homenagem aos pescadores da região.

MORRO DO QUITUMBÊ: Com uma altura aproximada de 80m, localiza-se no perímetro urbano da cidade, com acesso ao lado da Igreja do Nosso Senhor Bom Jesus dos Perdões. Possui uma trilha sinuosa em meio a vegetação nativa, numa extensão de aproximadamente 800 m, que culmina em seu topo proporcionando exuberante vista da baía e da cidade.

RESERVA NATURAL SALTO MORATO: Faz parte da Mata Atlântica e pertence a Fundação O Boticário de Proteção à Natureza. Com uma paisagem bastante atrativa, a   reserva conta com infra-estrutura para receber visitantes e pesquisadores. Possui Centro de Visitantes, camping para 40 pessoas, quiosques com churrasqueiras e lanchonete. A mata é rica em fauna e flora, sendo que lá se encontra o Salto Morato, uma queda d’água de 80 metros de altura.

ILHAS: Diversas ilhas fazem parte do Município, entre  elas as das Peças, Rasa, Laranjeiras, Rebelo, Pinheiros e Superagüi, sendo que esta reclama o direito histórico de ser o local onde chegaram pela primeira vez no Paraná os Portugueses em 1545, achando-se tombada desde 1985 para preservar os seus aspectos históricos e paisagísticos.

CASARIO COLONIAL: Construções do século XIX podem ser observadas pelas ruas da cidade, guardando ainda características do estilo colonial.  Destaca-se o sobrado que abriga a sede da Estação Ecológica administrada pelo IBAMA.

MIRANTE DA SERRA NEGRA: Permite a visualização  de bonita paisagem da baía de Guaraqueçaba e de todo o seu  contorno. O mirante é atingido por uma escadaria com 127 degraus a aproximadamente 30 metros de altura.

PONTA DO MORRETES: Área arborizada com passarela, beirando a baía e local de banho e pesca.

RIO GUARAQUEÇABA: Procurado pelos amantes da pesca e aqueles que descem o rio de canoa.

PARQUE NACIONAL DO SUPERAGÜI: Criado pelo decreto nº 97.688 de 25 de abril de 1989 e ampliado pelo Decreto n° 9.513 de 20.11.97.  Possui  uma área de 33.988,00  hectares e perímetro de 339 km, englobando a quase totalidade das ilhas do Superagüi e das Peças, excluídas as comunidades de pescadores. Faz parte do complexo estuarino-lagunar integrado por Cananéia, Iguape e Paranaguá, uma das regiões mais importantes do país sob o ponto de vista de sustentação alimentar. Inclui restingas, diversas formas de vegetação, mangues, elevações isoladas, grandes áreas de praias desertas, além de diversas trilhas ecológicas. Abriga diferentes espécies animais, algumas raras ou em extinção, como o papagaio chauá, o jacaré-de-papo-amarelo, os macacos sauá e mono carvoeiro, além de vegetais como: ipês, jacarandás, caxetas e orquídeas. Você chega ao Parque via marítima partindo de Paranaguá ou Guaraqueçaba. Para saber mais sobre o Parque clique aqui

PRAIA DESERTA: Tem cerca de 40 Km, ideal para passeios de bicicleta. Localização: na ilha do Superagüi.

TRILHAS: Reserva Natural Salto Morato – trilhas interpretativas com guias acompanhantes, até o salto de 80 metros que dá nome ao local.

Morro do Quitumbê – tem  aproximadamente  800  metros, com início ao lado da Igreja, que proporciona bonita vista da baía, Morro do Bronze – com 4500 metros de extensão, Morro do Baú – com duração de um dia, Cachoeira das Quatro Quedas – com duração de um dia, Rio dos Patos – com percurso de grande dificuldade, Rio Pasmado – na Serra Gigante, com 1069 metros de altura.

BAÍA DE GUARAQUEÇABA: Passeio para conhecer o ecossistema estuarino-lagunar e sua importância no equilíbrio ecológico da região. Fretamento e saídas em frente ao antigo Mercado Municipal ou na Marina Guará.

Venha Investir na Cidade

Conheça os Hotéis e Pousadas que a Roteiros BR
Indica para você na Cidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Instagram