Galeria

Descrição

Caso esteja com visita marcada para Alexânia e queira saber mais sobre o que pode ser feito na cidade está no local certo. Neste texto saberá mais ao respeito da história desta interessante cidade goiana, assim como o que pode fazer no local durante a sua visita.

Acompanhe para saber com mais detalhe as suas possibilidades quando for visitar Alexânia. Porém, antes de mais nada vale a pena dar um passeio pela sua história para entender mais ao respeito de como foi constituída.

História de Alexânia

A fundação de Alexânia está ligada a construção de Brasília. O povoamento planejado iniciou-se em abril de 1957, quando da inscrição de seu loteamento a consequente construção das primeiras moradias.

Com advento de Brasília, as condições de desenvolvimento comercial, imobiliário e industrial despertaram o interesse geral para a formação do núcleo urbano, ás margens da BR-060 entre Anápolis e a nova capital, numa posição privilegiada, topograficamente, além do excelente clima da região.

Conforme o plano de edificação elaborado, foram feitos levantamentos, aerofotogramétricos, climatológicos, hidrográficos e de solubidade, procedendo-se como incentivo, a distribuição gratuidades de lotes residenciais, com prazo estipulado para construção.

Inicialmente, era para ser chamada de Olhos D’Água, pois sua fundação foi oriunda do povoado deste nome. A Câmara Municipal de Corumbá de Goiás, Município administrador da região, colocou em votação o nome que levaria a nova cidade, entre eles Nova Flórida, indicado por um dos fundadores da cidade, o professor Nelson Santos, que tinha residência na cidade norte americana de mesmo nome; Olhos D’Água, como já citado, e Alexânia, em homenagem a um outro fundador Alex Abdalah. Reza a Lenda, que os vereadores fizeram votação secreta, e aclamaram pelo nome de Alexânia, para surpresa da população.

É um ótimo lugar para um passeio com a família, comer uns bons petiscos e bater um papo com os amigos, renovar a geladeira com hortaliças fresquinhas e doces caseiros ou escolher a decoração de sua casa. Toda semana, passam pela feira, aproximadamente mil pessoas, um público que prefere uma distração diferente no início do fim de semana e realiza suas compras tranquilamente. A pequena Alexânia, cidade com pouco mais de 28 mil habitantes, apesar de constar no Mapa Turístico do Estado, ainda não é um destino muito procurado por muitos turistas goianos. Mas deveria ser. O município, que fica quase que no meio do caminho entre Goiânia e Brasília (está a 119 quilômetros de Goiânia e a quase 85 da Capital Federal) tem uma diversidade de atrativos, capazes de agradar brasilienses e goianos. E é Alexânia, a estrela da semana, da campanha Isso é Goiás.

Antes da formação de Alexânia, ainda na primeira metade do século passado, o que havia nas proximidades era um pequeno distrito de grande beleza natural: Olhos D’Água. Em 1958, já com a Capital Federal em construção ali pertinho, Olhos D’Água foi emancipada e ganhou autonomia política e administrativa. Dois anos depois, o primeiro prefeito eleito, Alex Abdallah, loteou uma grande área de sua propriedade às margens da BR-060, que estava em construção, e transferiu a sede do município para o local, já com o nome de Alexânia. Olhos D’Água perdeu a sede do município, mas não ficou órfã. O agora distrito de Alexânia é berço de muitos artesãos, que começaram a expor seus trabalhos nas portas de suas casas e em uma espécie de feirinha, que é um charme só. Impossível ir à Olhos D’Água e não levar para casa algumas (ou muitas) peças de artesanato. E tem beleza natural também.

 

Lago Corumbá IV

Oferece opções de lazer variadas é procurado para pesca e atividades naúticas. Para descansar em contato com a natureza a região oferece hotéis fazenda e pousadas em boas acomodações e comida caseira. Está localizado no município o único outlet de grande porte do Centro-Oeste.

Povoado de Olhos D´ÁGUA

Destaque para o artesanato de fama mundial no Povoado de Olhos D’Água. A Lugart, point de compras de Alexânia, acontece toda semana, às sextas-feiras com a proposta de integração entre expositores das áreas de gastronomia, vestuário, horticultura, artesanato e produtores rurais em geral. Além das atividades de exposição e gastronomia, outro ponto forte do evento, que acontece na Praça da Juventude, são as apresentações de música ao vivo, que de maneira gratuita, aprimoram o viés cultural da feira.

Cachoeira de Olhos d´Água

Claro que o distrito que tem água no nome tem que ter, pelo menos, um manancial para justificar. E a Cachoeira de Olhos D’água faz esse papel. Ela fica dentro de uma propriedade particular, mas pasmem…. o dono não cobra entrada, só pede que as pessoas levem seu lixo e ajudem a preservar o local. São três quedas d’água, pequenas é verdade, se comparadas a outras cachoeiras de nosso estado, mas o poço tranquilo para o banho e a hidromassagem das quedas, são a combinação perfeita entre diversão e relaxamento. O distrito tem ainda uma praça super simpática (onde acontece a feira de artesanato) e, como não poderia faltar, uma Igrejinha charmosa dedicada ao padroeiro, Santo Antônio.

Culinária e Hospedagem em Alexânia

Isso sem falar nas pousadas e restaurantes rústicos, que servem comida caseira, que sem exageros, você precisa experimentar! Já para quem gosta de um pouco mais de aventura, a represa de Corumbá 4 é a opção. O local, que foi invadido por condomínios de casas de veraneio, é perfeito para a prática de esportes náuticos. O lago, da usina hidrelétrica que tem o mesmo nome, também é muito procurado pelos amantes da pesca.

Por ser um local bastante turístico é razoavelmente fácil encontrar uma opção de hospedagem que se adeque com o seu bolso e com as necessidades particulares que conta quando procura um hotel. Neste local, é possível encontrar alojamentos à beira da reserva que apresentam uma vista incrível de Corumba IV.

No entanto, para quem prefere um ar mais de interior isso também é completamente possível apresentando pousadas ou alojamentos de temporada que se enquadram também nesta pegada. Caso tenha recomendações sobre o que fazer ou onde ficar pode deixar nos comentários para contribuir com a viagem de outros viajantes.
Nayla Mayara – Roteiros BR

Alexânia - Goiás

Marcadores

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a avaliar “ROTEIRO – ALEXÂNIA – Goiás”

Sua nota para esta escola
Escolha para avaliar