Descrição

Hidrolândia nasceu em 1895, quando se fizeram as primeiras doações de terras para constituir o seu patrimônio.
Seus primeiros habitantes foram os doadores: Manoel Pereira Cardoso, sua mulher
Ana Ricardo de Jesus, Maria Ignácia Pereira e Maria José da Conceição.

A causa determinante da fundação do povoado foi a capelinha de Santo Antônio, padroeiro da localidade, e que deu nome à povoação. Um ano depois, pelo rápido desenvolvimento alcançado, o povoado foi elevado a distrito, por Lei Municipal de Pouso Alto (atual Piracanjuba), datada de 7 de abril de 1896, com o topônimo alterado para “Santo Antônio das Grimpas”. Já com aspectos de grande centro urbano, emancipou-se de Pouso Alto, pelo Decreto-Lei nº 454, de 24 de novembro de 1930, da Junta Governativa do Estado, após o triunfo da Revolução de 30, recebendo a nova denominação de “Hidrolândia” (terra de águas abundantes).

Com a transferência da nova Capital para Goiânia, Hidrolândia voltou à condição de distrito, com o nome de “Grimpas”. Depois de constantes esforços de seus habitantes, foi votada a Lei nº 223, de 5 de novembro de 1948, criando o município, instalado no ano seguinte, com a definitiva denominação de “Hidrolândia”.
A partir de 1967, Hidrolândia deixou a fase de configuração colonial, imprimindo novo rítmo de progresso, com vários melhoramentos urbanos, com destaque para o setor imobiliário com a abertura de sucessivos loteamentos, favorecidos pela proximidade da Capital do Estado.
Nayla Mayara – Roteiros bR

Cidade de Hidrolândia - Goiás

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a avaliar “ROTEIRO – HIDROLÂNDIA – Goiás”

Sua nota para esta escola
Escolha para avaliar