Descrição

Anuncio

Conheça os Hotéis e Pousadas que a Roteiros Br indica para você em Iporá.

Iporá teve sua origem, oficialmente, no ano de 1748, na fundação do arraial de Pilões, na margem direita do Rio Claro.

Nessa ocasião, não passava de uma guarnição militar dos dragões – polícia real portuguesa –, que sediava a empresa de explorações de diamantes locada pelos irmãos Felisberto e Joaquim Caldeira Brant, empresários paulistas que já mineravam em Goiás desde 1735, nas lavras de ouro. Iporá começou com a construção de uma igreja em estilo colonial, sede da Paróquia do Senhor Jesus do Bonfim, do Quartel da Guarda Real e de alguns casarões, além de um monte de ranchos de garimpeiros. Nessa época, Pilões teve seus dias de glória.

Foi sede do governo itinerante do governador da Capitania de São Paulo, Gomes Freire de Andrade, durante o final de 1748 e início de 1749, quando este veio demarcar as frentes de serviço para os Brant e desmembrar Goiás de São Paulo , elevando-o a capitania autônoma. Por isso, ocorre até hoje a afirmação popular de que Pilões fora capital de Goiás antes de Vila Boa de Goiás ter sido a capital a partir de 1749. Já no Império, por decreto provincial de 5 de julho de 1833, foi elevado a Distrito de Vila Boa, com o nome de Rio Claro, e a igreja teve o nome mudado para Paróquia de Nossa Senhora do Rosário.
O que ver em Iporá:
Cachoeira do Mochiba: Uma cachoeira com deslumbrantes quedas dágua onde os turistas se divertem com suas famílias.
Cachoeira do Sr. Abel: Compõe-se de águas cristalinas e possui uma rara beleza como atrativo.
Cachoeirinha: Banha a maior parte do município, trazendo assim vários turistas ao local.
Lago Pôr do Sol: Excelente local para se apreciar o bellissímo Pôr do Sol da região.
Morro do Macaco: Turistas e moradores da região usam para saltos de Asa Delta e caminhadas.
Nayla Mayara – Roteiros BR

Cidade de Iporá

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a avaliar “ROTEIROS & ATRAÇÕES- IPORÁ – Goiás”

Sua nota para esta escola
Escolha para avaliar