Distrito Federal e “Brasília é uma cidade diferente de tudo que as pessoas imaginam e um destino turístico para todos os públicos; um museu a céu aberto com inúmeros atrativos ao ar livre, como o Lago Paranoá, a Torre de TV e o Parque da Cidade, com opções de lazer para toda a família”. Zoo – Um dos principais espaços de lazer do Distrito Federal, o Jardim Zoológico de Brasília. O local costumava atrair 4 mil visitantes por dia em um fim de semana normal, sem feriado. São mais de mil bichos em exposição, inclusive espécies raras ou em extinção, que tornam a visita ao zoo mais do que especial. Planetário – São três exposições: um dos Correios, no térreo, chamada de Universo em Selos; a mostra permanente no primeiro andar e uma da Agência Espacial Brasileira, no subsolo, onde é possível ver réplicas dos foguetes lançados ao espaço em escala reduzida. O maior deles é o Veículo Lançador de Satélite (VLS), que tem tamanho real de 19 metros e, na exposição, mede 4 metros.

No primeiro andar, a exposição Universo Surpreendente traz fotos de galáxias e constelações e mostra roupas usadas por astronautas. Jardim Botânico – O Jardim Botânico tem, entre outras atrações, várias trilhas. Todas as atrações do Jardim Botânico de Brasília estão abertas à visitação do público. O Distrito Federal também conta com várias trilhas que levam o visitante para o meio do Cerrado. A primeira delas é a Trilha Matter, asfaltada e com acessibilidade para deficientes físicos. Pode ser percorrida de carro. Começa na portaria principal, atravessando vários tipos de vegetação regional, passando pelo centro de visitantes e pelo anfiteatro, retornando à portaria por uma galeria formada por árvores de Cerrado denso. Há também trilhas específicas para ciclistas e pedestres, com percursos de diferentes tamanhos, elevações e graus de dificuldade. Nesses percursos, é possível apreciar nascentes de córregos e, com sorte, encontrar um tamanduá, um tatu ou outro representante da fauna do Cerrado. Os parques – O DF tem parques em praticamente todas as regiões administrativas (RAs) com diversas atividades de lazer para a população.

O mais conhecido é o Parque da Cidade, uma imensa área verde bem no meio das asas do Plano Piloto que ocupa uma área de 420 hectares (o equivalente a 4 milhões e 200 mil metros quadrados) e é maior que o famoso Central Park, em Nova York (EUA), que tem 320 hectares. O Parque da Cidade tem atrativos para todas as idades, e todos estão abertos. São quadras de futebol de campo, de futebol de areia, beach tênis, quadras poliesportivas, de vôlei de concreto, vôlei de praia, futevôlei, frescobol, de vôlei de saibro e tênis de concreto, além de 49 churrasqueiras, seis parques infantis, cinco pontos de encontros comunitários (PECs), uma ciclovia e pista de cooper com circuitos de 4 km, 6 km e 10 km, e diversos quiosques para alimentação.

O Parque Infantil Ana Lídia também está funcionando. Há uma série de parques ecológicos e recreativos abertos ao público. Também muito frequentado pela comunidade, o Parque Olhos d’Água, entre as quadras 413 e 414 Norte, funciona todos os dias. Já Em Águas Claras, o parque ecológico abre todos os dias. Museu da República – Conhecer a arquitetura do prédio projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer já é um programa. Mas, além disso, quatro exposições estão em cartaz no Museu da República. O Memorial dos Povos Indígenas já está de portas abertas. O museu é aberto ao público das 9h às 15h, às sextas, sábados, domingos e feriados. É possível conhecer o acervo permanente do local, que mostra utensílios indígenas usados por diversas etnias brasileiras, como cocares, cestos e enfeites faciais. Tesouros do cerrado em Brasília.

A Capital é lar de diversas espécies de flora e fauna endêmicas do segundo maior bioma da América Latina, e também é considerada porta de entrada para a Chapada dos Veadeiros, Patrimônio Natural Mundial. Prepare-se para encontrar verdadeiros tesouros ecológicos como cachoeiras, piscinas de água mineral, trilhas e parques ideais para a prática de ecoturismo e turismo de aventura. Mas se o que você busca é se desconectar da vida na cidade, a extensa área rural do DF é repleta de rústicas pousadas e hotéis-fazendas completos com paisagens que impressionam e convidam à contemplação, lugares onde se pode relaxar com atividades típicas da fazenda, como passeios a cavalo, pescarias e observação de pássaros ou se fartar com o melhor da cozinha típica do campo.

PARQUE NACIONAL DE BRASÍLIA – ÁGUA MINERAL O Parque Nacional de Brasília, também conhecido como Água Mineral, é uma área de conservação situada a ten km do centro de Brasília. Suas atrações mais populares são as piscinas de água cristalina formadas pelas nascentes e poços naturais que surgem às margens do Córrego Acampamento. O parque também oferece trilhas de pequena e média dificuldade, uma aventura cheia de emoção para toda a família. A flora preservada e a rica fauna local são um espetáculo à parte. Pelas trilhas, é comum avistar pássaros raros e animais típicos do cerrado, tais como macacos, lobos-guará, tatus-canastra, tamanduás-bandeira, jaguatiricas, papagaios e diversas outras espécies que fazem do parque seu lar. Com tantos atrativos, a Água Mineral é um passeio essencial para quem ama a natureza

FLORESTA NACIONAL DE BRASÍLIA – FLONA Localizada na região de Taguatinga, a Floresta Nacional de Brasília possui a maior trilha sinalizada do país em uma unidade de conservação. Criada em 1999, a Flona tem uma área de 9 mil hectares de cerrado e ajuda a preservar a nascente do Rio Descoberto, responsável por 70% do abastecimento de água potável do Distrito Federal. A Floresta é aberta à visitação e dispõe de trilhas indicadas para todos os gostos. Seja de bicicleta ou a pé, a Flona é uma verdadeira aventura para os amantes da fauna e da flora do cerrado.

JARDIM BOTÂNICO DE BRASÍLIA O Jardim Botânico é um impressionante museu natural, que reúne diversas plantas nativas do Brasil e de outros países. O local oferece aos seus visitantes vários atrativos, tais como trilhas, espaço para piquenique, restaurantes, anfiteatro, orquidário, relógio de sol, jardim sensorial, jardim japonês e diversos espelhos-d ’água. O Jardim Botânico de Brasília é um passeio imperdível pela rica flora do Brasil e do mundo. Reserve um tempo para viver essa experiência.

SALTO DO TORORÓ O Salto do Tororó é um dos locais mais procurados para banhos de cachoeira e ecoturismo no Distrito Federal. Bastante frequentado por praticantes de rapel e bike, o lugar também oferece aventura para toda a família. Sua trilha é curta, com apenas 2 km de extensão, uma caminhada leve repleta de borboletas, pássaros e flores típicas do cerrado, que ao final recompensa o visitante com uma vista privilegiada do salto de 18 metros de altura. Distante apenas 30 km do centro de Brasília, o Salto do Tororó está localizado na Região Administrativa de Santa Maria, conhecida por possuir a segunda maior população urbana do DF, por sediar áreas militares do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego, o CINDACTA, e também por reunir belezas naturais que são verdadeiros tesouros do cerrado.

PARQUE DA CIDADE – SARAH KUBITSCHEK O Parque da Cidade é um dos maiores parques urbanos do mundo e o maior da América Latina. Esse extenso centro de lazer ao ar livre oferece aos seus visitantes quadras de esportes, pista de caminhada e patinação, ciclovias e trilhas por seus bosques com árvores nativas do cerrado. Nas dependências do Parque ainda encontramos um pavilhão de exposições, lago artificial, centro hípico, parque de diversões, kartódromo, restaurantes, churrasqueiras comunitárias e espaços para piquenique. No Parque também encontramos os inconfundíveis jardins do paisagista Roberto Burle Marx e azulejos do renomado artista Athos Bulcão, uma simbiose perfeita entre a arte e a natureza na Capital Federal.

PARQUE OLHOS-D’ÁGUA localizado entre as quadras 412 e 415 da Asa Norte, o Parque Olhos-d’água abriga uma grande biodiversidade, incluindo peixes, aves, anfíbios, répteis e mamíferos, tais como as simpáticas capivaras. Sua rica flora é formada por plantas nativas do cerrado e árvores frutíferas, como bananeiras, figueiras e mangueiras. No local também encontramos a Lagoa do Sapo, abastecida por diversas nascentes, e um riacho cortado por duas pequenas pontes ao longo do Parque. O Olhos-d’água oferece aos seus visitantes pistas para caminhada, relógio de sol, espaço para atividades culturais como espetáculos teatrais, shows musicais, prática coletiva de yoga e t’ai chi chuan e trilhas acessíveis por seus belos bosques.

PARQUE DAS GARÇAS O Parque das Garças é um parque ecológico localizado na ponta da península do Lago Norte, característica única que dá ao local uma atmosfera praiana. No Parque de beleza exuberante é fácil encontrar várias espécies de aves como corujas, patos e as famosas garças que dão nome ao local. Nele também é possível praticar stand-up paddle, caiaque e kitesurf. Seu vasto gramado é ideal para piqueniques ao ar livre, atividades familiares, além de ser palco de inúmeros eventos culturais da cidade.

BRASÍLIA RURAL Brasília tem diversos atrativos naturais em suas propriedades rurais abertas à visitação. São várias opções de lazer em contato direto com toda a beleza bucólica do cerrado brasiliense. O visitante pode desfrutar de passeios a cavalo e charretes, pescaria, trilhas, mirantes, cachoeiras, restaurantes com comidas típicas regionais preparadas no fogão a lenha, além das diversas pousadas e hotéis fazendas com terras cultivadas e criações de animais, tudo em meio às belas paisagens bucólicas do cerrado. É possível levar para casa diversos produtos locais, como doces, compotas e artesanato.

VIVA LAGO OESTE O Núcleo Rural Lago Oeste é uma região que une natureza, cultura e turismo. Seu estilo de vida sustentável, fauna e flora abundantes e a proximidade com o perímetro urbano de Brasília atraem muitos visitantes em busca de aventura e experiências exclusivas. Localizado a apenas 22 km do centro de Brasília, o Lago Oeste é referência em produção bio ecológica e orgânica, com a utilização de sistemas de plantio sustentáveis como a permacultura e a agrofloresta. Devido ao crescente interesse do público pela região, moradores locais e empreendedores criaram o roteiro Viva Lago Oeste, que conta com pousadas rústicas, hospedagens de charme, trilhas, ciclovias, restaurantes, comércio, cachoeiras, ateliês e empórios. Localizado entre a Reserva Biológica da Contagem e o Parque Nacional de Brasília, o Lago Oeste oferece uma experiência natural única e preciosa.

TORRE DE TV DIGITAL Inaugurada em 21 de abril de 2012, em celebração ao aniversário da Capital, a Torre de Televisão Digital de Brasília está localizada a menos de 20 quilômetros do centro da cidade, em uma área serrana cercada por eco trilhas, tesouros naturais e uma vista panorâmica de tirar o fôlego. A impressionante estrutura, com 170 metros de altura e duas cúpulas metálicas revestidas em vidro, foi o último projeto de Oscar Niemeyer para Brasília. Seu desenho lembra o de flores típicas da nossa região, o que acabou rendendo ao monumento o carinhoso apelido de “Flor do Cerrado”. Este nome ganha um significado ainda maior porque a Torre é localizada próxima a saída norte do DF, no caminho para a Chapada dos Veadeiros, Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera do Cerrado. Além de possuir um dos mais impressionantes e concorridos mirantes do Distrito Federal, a Torre de TV Digital também costuma receber eventos como feiras, festas e festivais.

CHAPADA DOS VEADEIROS A Chapada dos Veadeiros é um dos destinos de ecoturismo mais fascinantes do país. Sua exuberante natureza atrai turistas de todo o mundo. Reconhecido como Sítio do Patrimônio Natural Mundial pela Unesco, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros fica a apenas 260 km de Brasília. Entre as principais atrações da Chapada estão suas diversas cachoeiras, medindo até 120 metros de altura, trilhas, cânions, rios e mirantes com vistas de tirar o fôlego devido a sua magnitude. O município de Alto Paraíso, do qual a histórica Vila de São Jorge faz parte, é o local mais procurado pelos turistas por oferecer diversos restaurantes, hotéis, pousadas e atrações culturais durante o ano inteiro.